CASA DO MARCO – TURISMO RAIANO INICIA A CONSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO DE TRÊS “HOTEIS PARA INSECTOS” PROMOVENDO A BIODIVERSIDADE

Hotel para Insetos

“A biodiversidade, seja uma espécie ou todo um ecossistema, é vital para a saúde e o bem-estar dos seres humanos. A qualidade da água que bebemos, os alimentos que consumimos e o ar que respiramos dependem da boa saúde da natureza.”

O hotel de insetos pode contribuir para o aumento da diversidade de insetos, permitindo também observar de perto abelhas solitárias, joaninhas, borboletas, crisopas, moscas-das-flores, etc..

Para além disso, um hotel de insetos oferece um local para hibernação durante o inverno e um local de reprodução durante o verão.

O hotéis de insetos são criados para atrair insetos polinizadores e insetos auxiliares, contribuindo assim para conservar a biodiversidade local e promover o aparecimento de insetos benéficos em zonas urbanas.

Os insetos são o grupo de seres vivos mais abundante à face da Terra, correspondendo a cerca de 80% de todas as espécies de animais.

A sua importância é reconhecida, tanto pela diversidade, papel ecológico e influência nos recursos naturais e na agricultura.

As abelhas, abelhões, borboletas, moscas-das-flores e escaravelhos são importantes polinizadores, sendo cerca de 80% das plantas polinizadas por insetos. Ao longo de milhares de anos a coloração, forma e cheiro das flores evoluíram de forma a atrair estes animais.

Por outro lado, alguns insetos são considerados auxiliares dos humanos, pois ajudam a controlar as populações de pragas agrícolas e florestais, como é o caso das joaninhas, crisopas e vespas parasitas.

Os insetos têm ainda um papel importante na regulação das cadeias alimentares e na reciclagem de nutrientes.

Apesar da sua extrema importância para os ecossistemas terrestres, a diversidade de insetos está a diminuir a um ritmo avassalador. Neste momento 40% das espécies estão ameaçadas de extinção, a um ritmo 8 vezes superior à extinção dos mamíferos ou das aves, ocorrendo a uma escala global.

O principal fator responsável por este declínio é a perda de habitat, devido à agricultura intensiva e à urbanização, seguido das alterações climáticas. Há cientistas que alertam para o facto de que daqui a 100 anos, os insetos poderão deixar de existir à face da Terra.

Comments are closed.
es_ESES